Na Suíça, MIDR participa da IX Semana de Redes e Parcerias Humanitárias da ONU

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, concluiu, nesta sexta-feira (28), participação na IX Semana de Redes e Parcerias Humanitárias (HNPW 2023), realizado na cidade de Genebra, na Suíça. O evento foi organizado pelo Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários e teve como objetivo trocar experiências e trabalhar na cooperação entre os países em momentos de desastres, como terremotos.

“Com essa cooperação, prestamos uma rápida ajuda às populações de países que sofrem com determinados desastres. As Nações Unidas já têm importantes elementos de coordenação, entre eles o Insarag (Grupo de Trabalho Consultivo Internacional de Busca e Resgate), que tratam de ações de busca e resgate em estruturas colapsadas”, explicou o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) da Defesa Civil Nacional, Armin Braun, que representou o MIDR no evento.

Nos últimos anos, o Brasil acumulou experiências importantes na mobilização de equipes de resposta a desastres no terremoto na Turquia, mais recentemente, e também no Haiti, em Moçambique e no Líbano, entre outros. O trabalho é realizado de forma integrada entre a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o MIDR e outros ministérios e órgãos que atuam nessas situações.

Além do MIDR, a delegação brasileira na Suíça contou com a presença da ABC, do Ministério das Relações Exteriores, que chefiou a comitiva, do Gabinete de Segurança Institucional e dos ministérios da Saúde, da Fazenda e do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, além de integrantes do Corpo de Bombeiros.

A HNPW 2023

A Semana de Redes e Parcerias Humanitárias (HNPW) é uma conferência humanitária realizada todos os anos e oferece um espaço colaborativo para profissionais e especialistas em ajuda humanitária, incluindo agências da ONU, ONGs, Cruz Vermelha, academia, militares, iniciativas do setor privado e países-membros.

O evento foi realizado pela primeira vez em 2015 para oferecer uma oportunidade para os profissionais que trabalham no setor humanitário trocarem experiências, discutirem novos conceitos, introduzirem novas ferramentas e ideias, além de colaborarem na busca por soluções para desafios comuns na preparação e resposta a desastres.

 

 

Fonte: Brasil 61

(Visited 47 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.